RAP E BRANQUITUDE

Main Article Content

Jorge Hilton de Assis Miranda

Resumo

 Este artigo é um recorte adaptado de minha pesquisa2, em desenvolvimento no mestrado na Universidade Estadual da Bahia (UNEB). Aqui, analiso algumas letras de rappers com fenótipo branco, para avaliar em que medida o tema Branquitude tem feito parte do olhar crítico dos mesmos, através de suas composições. Verifico a percepção desses artistas sobre sua própria identidade racial, sobre a identidade racial do grupo branco e como eles a relacionam ou não com o fenômeno do racismo brasileiro. 

Article Details

Como Citar
MIRANDA, Jorge Hilton de Assis. RAP E BRANQUITUDE. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 6, n. 13, p. 107-119, jun. 2014. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/153>. Acesso em: 23 mar. 2019.
Seção
Dossiê Temático