MEU CABELO NÃO É SÓ ESTÉTICA, É TAMBÉM POLÍTICA: OS MOVIMENTOS SOCIAIS E AS NARRATIVAS VISUAIS

Main Article Content

Danielle Christina do Nascimento Oliveira

Resumo

Com o presente trabalho viso discutir acerca da trajetória de mulheres negras que assumem o protagonismo de suas próprias vidas. Usam as narrativas visuais e verbais nas redes sociais como ferramentas de empoderamento e identificação, valorizando suas histórias e compartilhando experiências. Mulheres que se movimentam a todo tempo, e estão conectadas as redes sociais com intuito de estender suas lutas, resistir aos padrões impostos histórico-socialmente, criar seus próprios rumos. Em diálogo com algumas narrativas visuais e escritas, o trabalho mostra a importância das redes sociais/educativas para os movimentos sociais, e o quanto histórias cotidianas contribuem para o combate as práticas de opressão, discriminação e violência sofridas diariamente por muitas mulheres. Nesse sentido, ajudam nessa reflexão alguns pensadores eleitos como base teórica-metodológico: a autora (com seu heterônimo de) bell hooks (2005) na perspectiva de escritora referência em várias discussões inclusive sobre as implicações dos cabelos nas identidades de militância política negra e Mailsa Passos (2014) com as contribuições da “metodologia do encontro”, no qual acreditamos que fazer pesquisa na área da educação é “encontrar-se com o outro”, ouvir suas narrativas (com escuta atenta) e sabendo que em todo encontro há uma troca. E, ao me encontrar epistemologicamente com essas mulheres, eu me reconheci em cada uma delas.

Article Details

Como Citar
OLIVEIRA, Danielle Christina do Nascimento. MEU CABELO NÃO É SÓ ESTÉTICA, É TAMBÉM POLÍTICA: OS MOVIMENTOS SOCIAIS E AS NARRATIVAS VISUAIS. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 8, n. 20, p. 217-230, out. 2016. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/18>. Acesso em: 19 fev. 2020.
Seção
Artigos