QUANDO A IDENTIDADE RACIAL DO PESQUISADOR DEVE SER CONSIDERADA: paridade e assimetria racial

Main Article Content

Lia Vainer Schucman Eliane Silvia Costa Lourenço Cardoso

Resumo

Paridade ou assimetria racial em pesquisas acerca de relações raciais são os temas principais deste artigo, o qual foi escrito a partir de experiências de uma pesquisadora branca que entrevistou sujeitos brancos e negros, de um pesquisador negro que conviveu com pesquisadores brancos portugueses, e de uma pesquisadora negra que teve seu campo de pesquisa voltado para sujeitos negros. As experiências dos autores, demonstraram que tanto a paridade racial quanto a assimetria racial na interação dos pesquisadores com os diferentes sujeitos nos estudos de relações raciais podem ser importantes para emergir diferentes aspectos das relações raciais brasileiras, cada qual colabora de forma singular com esse que é um campo de pesquisa que ainda precisa ser ampliado no Brasil.

Article Details

Como Citar
SCHUCMAN, Lia Vainer; COSTA, Eliane Silvia; CARDOSO, Lourenço. QUANDO A IDENTIDADE RACIAL DO PESQUISADOR DEVE SER CONSIDERADA: paridade e assimetria racial. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 4, n. 8, p. 15-29, out. 2012. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/247>. Acesso em: 08 abr. 2020.
Seção
Artigos