FATORES QUE INTERFEREM NAS DISPARIDADES RACIAIS EM SAÚDE: impacto do trauma histórico, status socioeconômico e racismo sobre a saúde

Main Article Content

Roberto dos Santos Lacerda Vijaya Hogan Edna Maria de Araújo Climene Laura de Camargo

Resumo

Reconhecer e superar disparidades em saúde são grandes desafios da saúde pública para a construção de um mundo mais justo e igualitário. Este artigo é resultado de experiência de intercâmbio acadêmico na Universidade da Carolina do Norte (EUA). O objetivo desse trabalho é descrever algumas das principais abordagens teóricas utilizadas em pesquisas sobre disparidades em saúde nos EUA. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica por meio eletrônico nas seguintes bases: MEDLINE; WEB OF SCIENCE (ISI) e GOOGLE SCHOLAR, sendo selecionados artigos científicos publicados no período de 1990 a 2010, utilizando-se as palavras chaves: Trauma Histórico ( historical trauma), status socioeconômico (socioeconomic status), curso de vida ( life course) e racismo (racism). As diferentes abordagens utilizadas em estudos na área de saúde pública apontaram para a importante contribuição dos fatores históricos, ambientais, socioeconômicos e ideológicos, entre eles o racismo e a discriminação, para a geração e manutenção de disparidades raciais em saúde.

Article Details

Como Citar
LACERDA, Roberto dos Santos et al. FATORES QUE INTERFEREM NAS DISPARIDADES RACIAIS EM SAÚDE: impacto do trauma histórico, status socioeconômico e racismo sobre a saúde. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 4, n. 8, p. 97-113, out. 2012. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/254>. Acesso em: 08 abr. 2020.
Seção
Artigos