NEGAR, SILENCIAR, APAGAR:A GESTÃO ESCOLAR FRENTE À EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA - UM ESTUDO DE CASO

Main Article Content

Aldenora Macedo

Resumo

Este trabalho aborda as percepções da gestão escolar acerca do racismo na escola buscando destacar a importância da abordagem étnico-racial nas práticas pedagógicas de professoras/es e direção, com foco nos ordenamentos legais – em destaque a Lei 10.639/2003, e sua relação com a ética profissional, requisito à gestão democrática. Elegi como referencial para o debate acerca das relações raciais, educação antirracista e gestão escolar pesquisadoras/es como Gomes, Munanga, Fernandes, Quijano, Cury e Garcia-Filice. De forma exploratória observei momentos de convivência e realizei entrevista com a direção de uma escola do Distrito Federal, com o objetivo de identificar as percepções da gestão, e da instituição como um todo, acerca da abordagem de questões raciais em suas práticas. Concluímos que a gestão escolar, mesmo consciente da exigência da abordagem antirracista no ensino, porém não considerando-a importante, se torna empecilho à tais abordagens, relegando ao trabalho solitário profissionais que não aderem ao seu silenciamento.

Article Details

Como Citar
MACEDO, Aldenora. NEGAR, SILENCIAR, APAGAR:A GESTÃO ESCOLAR FRENTE À EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA - UM ESTUDO DE CASO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 9, n. 22, p. 385-408, jun. 2017. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/265>. Acesso em: 12 jul. 2020.
Seção
Artigos