"M'BALA: DESCOLONIZANDO A HISTÓRIA AFRICANA - FILME: EM NOME DE CRISTO

Main Article Content

Rosivalda dos Santos Barreto

Resumo

O cinema é a sétima arte e a arte de estimular o imaginário, através dele na ficção, projeção de imagens e sons, busca-se entretenimento. No entanto, os cineastas africanos buscam, com a cinematografia, denunciar as manobras utilizadas para desumanizar as populações africanas e dessa forma promovem a descolonialidade do conhecimento e do saber no que tange ao continente africano. Ainda mais, trabalhar com a memória coletiva no sentido de desaliená-la de uma história africana narrada na ótica ocidental. São criativos porque explicitam as condições desumanas que a África foi tratada com gêneros que transitam pela comédia, e também pelo drama, musicais e romances ao quais não serão tratados aqui. Não é comum utilizar imagens em resenhas, mas essas têm a finalidade de tornar conhecida não apenas a obra, mas o cineasta. Iniciarei descrevendo brevemente a biografia do autor, seguindo para a narrativa do filme Em Nome de Deus e a proposta de debate tangível à contradição entre a religiosidade africana e a exógena. A segunda, desestruturando de forma nefasta as populações africanas, no caso do filme, o charlatanismo, o fanatismo e o poder.

Article Details

Como Citar
BARRETO, Rosivalda dos Santos. "M'BALA: DESCOLONIZANDO A HISTÓRIA AFRICANA - FILME: EM NOME DE CRISTO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 3, n. 7, p. 221-225, jun. 2012. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/374>. Acesso em: 02 abr. 2020.
Seção
Resenhas