CONHECIMENTOS ETNOMATEMÁTICOS PRODUZIDOS POR MULHERES NEGRAS TRANÇADEIRAS

Main Article Content

Luane Bento dos Santos

Resumo

Nesse artigo, abordarmos os conhecimentos etnomatemáticos utilizados na preparação dos penteados “afros”. Argumentamos que o cotidiano profissional de mulheres negras trançadeiras está impregnado de saberes e fazeres matemáticos e que estas formas de conhecimento são invisíveis na sociedade brasileira. Preocupamos-nos em demonstrar as práticas culturais afrodiaspóricas, os penteados afros, como potentes ferramentas pedagógicas para a matemática do ensino fundamental, especialmente a geometria escolar. Refletimos sobre as possíveis estratégias de ensino de matemática escolar, a partir dos saberes e fazeres do universo feminino negro, bem como criarmos suportes metodológicos para a implantação da lei de n. 10.639/2003 de História e Cultura Africana e Afro-brasileira e procuramos ressignificar o lugar de produção de conhecimentos africanos no que se refere aos campos tecnológicos e matemáticos.

Article Details

Como Citar
SANTOS, Luane Bento dos. CONHECIMENTOS ETNOMATEMÁTICOS PRODUZIDOS POR MULHERES NEGRAS TRANÇADEIRAS. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 9, n. 22, p. 123-148, jun. 2017. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/401>. Acesso em: 09 abr. 2020.
Seção
Dossiê Temático