EXPERIÊNCIAS DE MULHERES NEGRAS E O FEMINISMO NEGRO NO BRASIL

Main Article Content

Claudia Pons Cardoso

Resumo

À luz das reflexões aportadas por feministas decoloniais, como Lugones (2008), Curiel (2007) e Collins (2000), este artigo tem por objetivo refletir acerca dos resultados parciais de pesquisa investigativa, realizada, através de entrevistas, com mulheres negras de cinco regiões brasileiras sobre percepções e interpretações dos efeitos do racismo em suas vidas e sobre novas formas de ativismo. Explora, ainda, como estas mulheres, enquanto integrantes de grupos oprimidos, como salienta Collins (1990), detêm a vantagem epistêmica de conhecer e compreender as ações e comportamentos de ambos os grupos, dominantes e oprimidos, o que pode colocá-las em uma posição política privilegiada para avaliar a sociedade e propor novos projetos políticos, a partir de um ponto de vista e de uma posição formada por esta dupla visão.

Article Details

Como Citar
CARDOSO, Claudia Pons. EXPERIÊNCIAS DE MULHERES NEGRAS E O FEMINISMO NEGRO NO BRASIL. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 10, n. 25, p. 317-328, jun. 2018. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/618>. Acesso em: 21 out. 2018.
Seção
Dossiê Temático