SER OU NÃO SER NEGRO, EIS A QUESTÃO!

Main Article Content

Antonio José de Souza

Resumo

O presente trabalho é uma breve imersão sobre os estudos acerca da identidade e a relação intrínseca entre nós e os “outros”. Entrecruzo minha voz a diversas outras vozes que me encaminharam pela compressão das similitudes e das diferenças entre “eu” e o “outro”, demonstrando o quanto essa relação integra a identidade, mesmo na atual conjuntura marcada pelas relações movediças, palco da hibridização e da mestiçagem imbricada nas relações étnico-raciais. Nesse sentido, tomo como contexto analítico a notícia de que a cantora Fabiana Cozza havia renunciado ao papel de Dona Ivone Lara no musical “Dona Ivone Lara – um sorriso negro”, após uma série de críticas feitas, pois, segundo comentários, ela, que é filha de mãe branca e pai negro, não teria pele negra legítima e justificável para interpretar a sambista. À vista disso, as palavras de renúncia da cantora, revelam o paradoxo de uma mestiçagem que é responsável pela aproximação e pelo distanciamento entre os indivíduos negros.

Article Details

Como Citar
SOUZA, Antonio José de. SER OU NÃO SER NEGRO, EIS A QUESTÃO!. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 10, n. 26, p. 220-233, out. 2018. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/647>. Acesso em: 18 dez. 2018.
Seção
Artigos