POLÍTICA DE COTAS E BANCAS DE HETEROIDENTIFICAÇÃO NA UFMS: UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO

Main Article Content

Carina Elisabeth Maciel Samanta Felisberto Teixeira Lourival dos Santos

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar parte do percurso da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS no que se refere à implantação da Política de Cotas e das Bancas de Avaliação de Veracidade da Autodeclaração. Para tanto utilizamos pesquisa documental e bibliográfica, buscando nexo entre os documentos e as práticas que materializam as Bancas que avaliam a veracidade das autodeclarações de candidatos às vagas destinadas a estudantes negros (pretos e pardos) nos cursos da referida Instituição. A heteroidentificação consiste em um dos elementos para o desenvolvimento das políticas de ação afirmativa na educação superior. A UFMS desenvolveu as bancas de heteroidentificação por meio de documentos que oficializam e normatizam as mesmas. Os trabalhos desenvolvidos pelas bancas de avaliação e verificação representam um avanço na implementação da política de cotas na UFMS, sua importância para minimizar as fraudes e irregularidades é inquestionável.

Article Details

Como Citar
MACIEL, Carina Elisabeth; TEIXEIRA, Samanta Felisberto; SANTOS, Lourival dos. POLÍTICA DE COTAS E BANCAS DE HETEROIDENTIFICAÇÃO NA UFMS: UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 11, n. 29, p. 78-93, ago. 2019. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/752>. Acesso em: 19 set. 2019.
Seção
Dossiê Temático