A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ NOS PROCESSOS DE BANCAS DE VALIDAÇÃO DE AUTODECLARAÇÃO

Main Article Content

Lucimar Rosa Dias Laura Ceretta Moreira Ana Elisa de Castro Freitas

Resumo

O presente artigo tem por objetivo compartilhar a experiência construída pela Universidade Federal do Paraná na institucionalização do processo de bancas de validação de autodeclaração desde 2004 até 2019. Para tanto, foram consultados documentos internos da universidade, dados produzidos pelo Núcleo de Concursos e pelas comissões de validação/verificação das bancas de pretos e pardos, indígena e de deficiência. Podemos concluir com este balanço que as ações institucionais desenvolvidas no curso desta experiência situam a UFPR como uma das universidades protagonista na articulação de uma rede de Instituições de Ensino Superior empenhadas na construção de um protocolo de procedimentos que atenda às especificidades regionais, e estabeleça critérios compartilhados nacionalmente. Vale destacar que isso não exime à universidade dos desafios inerentes a instituição da política de ações afirmativas na contemporaneidade e nem dos conflitos que versam sobre a execução da política que garante no ambiente acadêmico a concretude das diferenças tratando da inclusão das pessoas com deficiência, das identidades étnicas e raciais.

Article Details

Como Citar
DIAS, Lucimar Rosa; MOREIRA, Laura Ceretta; FREITAS, Ana Elisa de Castro. A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ NOS PROCESSOS DE BANCAS DE VALIDAÇÃO DE AUTODECLARAÇÃO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 11, n. 29, p. 115-135, ago. 2019. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/755>. Acesso em: 19 set. 2019.
Seção
Dossiê Temático