ESCRITOS MISSIONÁRIOS NA ÁFRICA SOB AS CRÍTICAS DOS ESTUDOS PÓS-COLONIAIS

Main Article Content

Jefferson Olivatto da Silva

Resumo

O cotidiano do norte da Zâmbia foi descrito em larga escala pelo grupo missionário católico, Missionários da África. Pretende-se por meio da literatura crítica e pós-colonial desvelar os modelos interpretativos que disputavam o espaço simbólico na construção dos escritos missionários do cotidiano colonial do norte da Zâmbia. Para tanto, foi desenvolvimento um instrumento interpretativo trinomial para compreender o fazer missionário: processos identitários, alteridade e territorialidade. Concluiu-se que a arena simbólica a qual os missionários recorriam para descrever a realidade Bemba e traduzir seus textos em Chibemba era permeada de jogos de interesses políticos, econômicos e religiosos, que tinham como meta instituir o catolicismo romano entre os Babemba, criando fronteiras contra práticas religiosas locais e reformistas.

Article Details

Como Citar
SILVA, Jefferson Olivatto da. ESCRITOS MISSIONÁRIOS NA ÁFRICA SOB AS CRÍTICAS DOS ESTUDOS PÓS-COLONIAIS. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 8, n. 20, p. 57-73, out. 2016. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/8>. Acesso em: 09 abr. 2020.
Seção
Artigos