A JUSTIÇA TEÓRICO-POLÍTICA AO MATRIARCADO PARA SE PENSAR A ÁFRICA CONTEMPORÂNEA

Main Article Content

Bas'llele Malomalo

Resumo

O texto faz parte dos trabalhos epistemológicos que valorizam o pensamento africano. Tem por objetivo testar a potência do conceito matriarcado de Amadiume para pensar as realidades africanas contemporâneas. O matriarcado africano é visto aqui como uma ideologia construída por mulheres africanas desde o período pré-colonial e que visa estruturar, de forma autônoma, suas organizações em todos planos de vida. É crítica à noção rígida do gênero proposta pelo feminismo euro-americano e é contra o patriarcado, que se manifesta através da masculinidade tóxica, que nega a dignidade das mulheres. As produções anteriores do autor desse texto sobre o Coletivo das Mulheres Africanas da UNILAB e o Movimento das/os Sobreviventes dos Estupros e Violências Sexuais na RDC, revisitados para alcançar o objetivo desse trabalho, revelaram a plausibilidade do conceito em pauta em compreender as formas como mulheres africanas articulam-se, local e transnacionalmente, na diáspora brasileira e no continente africano, na academia e na sociedade civil para exigir o reconhecimento de seus direitos.

Article Details

Como Citar
MALOMALO, Bas'llele. A JUSTIÇA TEÓRICO-POLÍTICA AO MATRIARCADO PARA SE PENSAR A ÁFRICA CONTEMPORÂNEA. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 31, fev. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/839>. Acesso em: 10 abr. 2020.
Seção
Dossiê Temático