Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista da ABPN é um periódico de acesso livre e gratuito, publicado com periodicidade trimensal pela Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as), em versão eletrônica, disponível em: http://abpnrevista.org.br/revista . Seu principal objetivo é dar visibilidade às discussões sobre relações raciais a partir da produção de pesquisadores(as) e intelectuais negros(as), bem como de outros(as) comprometidos(as) com a promoção da equidade racial e a produção de conhecimento sobre África e diásporas africanas, em escalas nacional e internacional.

A Revista da ABPN destina-se a pesquisadores(as) e comunidade acadêmica em geral, professores da educação básica, ativistas sociais, membros de organizações e instituições que trabalham com a questão racial, representantes dos conhecimentos tradicionais e público em geral que se relacioname pessoas interessadas no debate sobre as relações raciais às áreas indicadas anteriormente.

Publica, com periodicidade trimiestral, artigos em língua portuguesa, porém, manuscritos submetidos em espanhol, francês e inglês também serão publicados, sem tradução para o português.

A Revista da ABPN adota licenciamento aberto com licença Creative Commons do tipo CC-BY 4.0, por isso não há custos para submissão e publicação dos artigos.

Políticas de Seção

Serão considerados, para publicação na Revista da ABPN, artigos originais que focalizem temáticas de interesse da comunidade negra que possam contribuir para o aprimoramento do trabalho docente e para o aprofundamento das discussões da área. Os artigos são aceitos para publicação nas seguintes seções:

Editorial

Responsáveis: Equipe Editorial

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Seção: Fluxo Contínuo

Abrange artigos Originais e Artigos de Revisão

Artigos originais: (contribuição destinada a divulgar resultados de pesquisa original e inédita, que possam ser replicados e/ou generalizados. São também considerados artigos originais as formulações discursivas de efeito teorizante e as pesquisas de metodologia qualitativa, de modo geral). Eles incluem hipóteses, estudo de base, métodos, resultados, interpretação dos resultados e uma discussão de possíveis implicações.

Editor Responsável: Anna M. Canavarro Benite

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Artigo de revisão da literatura (contribuição que apresenta a síntese de múltiplos estudos publicados e possibilita conclusões gerais a respeito de uma particular área de estudo, realizado de maneira sistemática e ordenada, favorecendo o aprofundamento do conhecimento do tema).

Editor Responsável: Cintia Camargo Vianna

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Limite de páginas: 25

Seção: Relato de Experiências

Divulgação das experiências, com o propósito de socializá-las junto à comunidade, bem como refletir sobre elas. Deve-se explicitar contribuições da experiência vivenciada e indicadores dos resultados obtidos.

Editor Responsável: Mércia Otaviana Barbosa de Sá Figueiredo

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Limite de páginas: 25

Seção: Ensaios

Textos de caráter crítico sobre certo debate ou questão que mostre o posicionamento e as reflexões do autor sobre a temática considerada. Manifestação sobre um ponto de vista a partir de questionamentos, críticas, experimentações e ponderações sobre a temática.

Editores Responsáveis: José Antonio Novaes da Silva e Mércia Otaviana Barbosa de Sá Figueiredo

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Limite de páginas: 5

Seção: Entrevistas

Espaço para publicação de entrevistas promovidas e/ou encomendadas pela Revista da ABPN.

Editor Responsável: Cintia Camargo Vianna

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Limite de páginas: 5

Seção: Resenhas

Textos oriundos de leituras críticas que divulguem ou apresentem uma obra (livro, filme, documentário, etc...)

Editor Responsável: Ana Júlia Pacheco

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Limite de páginas: 5

Seção: Dossiês

São proposições elaboradas por pesquisadores e pesquisadoras, congregados em um grupo e/ou uma área de determinada temática, que por sua vez, organizam e convidam demais pesquisadores/as pares para a produção da obra cientifica. As tratativas de convites, recebimento de artigos, avaliação, prazos para os autores, revisão... enfim, são de responsabilidade de seus organizadores.

Para delinearmos a proposta de Dossiê Temático a ser publicado na Revista da ABPN, solicitamos o envio dos seguintes dados:

  1. Nome do Dossiê.
  2. Nome e Instituição dos articuladores da proposta.
  3. Carta de Apresentação do Dossiê (uma lauda).
  4. Lista com os possíveis títulos, autores e instituições vinculadas aos respectivos autores - ÍNDICE.

Salientamos a importância do:

  1. Cadastramento dos autores na revista.
  2. Filiação dos propositores a ABPN (recomendado).

Assim como:

  1. A observância das normas da revista.
  2. E revisão de português.
  3. Tradução dos resumos nas línguas inglesa, francesa e espanhola.

Editores Responsáveis: Anna M. Canavarro Benite e Ana Julia Pacheco

  • Submissões Abertas
  • Indexado
  • Avaliado pelos pares

Limite de páginas: 25

Processo de Avaliação pelos Pares

  1. Avaliação por pares: A análise e a aprovação das contribuições à Revista da ABPN serão realizadas por pares, de comprovada autoridade acerca das temáticas presentes nas submissões.
  2. Avaliação anônima: Adota-se o sistema de avaliação anônima (Double-blind review) para análise das contribuições, com pelo menos dois revisores, de acordo com os critérios de avaliação da Revista da ABPN.

    Os originais recebidos passam por quatro etapas:

    1. Submissão a programas de controle de plágio e autoplágio: o objetivo é verificar o ineditismo do texto.
    2. Avaliação prévia pelo Comitê Editorial: o Comitê julga a adequação dos textos à linha editorial da revista; às normas de publicação por ela estabelecidas; e à qualidade do trabalho, isto é, o seu potencial de publicação.
    3. Processo duplo cego: caso passem por essa triagem inicial, os textos serão encaminhados para serem avaliados quanto ao mérito por especialistas da área.
    4. Decisão final: os pareceres emitidos passarão pela análise do Comitê Editorial, que dará decisão final emitindo um parecer consolidado.
  3. Quando da submissão de artigos, os autores são comunicados, pelo editor, sobre recebimento do original. Os autores voltam a ser contatados quando o editor tem em mãos seu parecer, elaborado a partir dos pareceres emitidos pelos revisores. No caso de artigos aprovados com pequenas modificações, o contato entre editor e autores continua até o artigo estar reelaborado segundo as exigências dos pareceres emitidos. Todos os autores são comunicados sobre a decisão final referente ao texto submetido. Por fim, no tempo devido, os autores de artigos aprovados, são comunicados sobre a edição em que o texto efetivamente virá a público.

Diretrizes Para Avaliadores

Os avaliadores respondem ao seguinte Formulário de Avaliação on line. Mas, pode ser acessado de forma off line, clicando aqui.

A avaliação levará em conta os seguintes critérios: contribuição ao escopo da Revista da ABPN; originalidade do tema e/ou do tratamento dado ao tema; consistência argumentativa; rigor da abordagem teórico-metodológica; qualidade geral do texto. Os pareceristas podem aceitar plenamente o artigo, aceitar solicitando reformulações ou recusar o artigo. Qualquer uma das hipóteses é justificada por um parecer descritivo. Quando os dois pareceristas recusam o trabalho, o artigo é devolvido ao autor. Quando os dois pareceristas aceitam o trabalho, ele passa à fase seguinte. Por fim, quando um ou os dois pareceristas solicitam reformulações, o trabalho é devolvido ao autor, solicitando que sejam considerados os pareceres e que o artigo seja reformulado no prazo de trinta dias. Quando o autor reenvia o texto reformulado, segundo as sugestões dos pareceristas, ele é reavaliado e passa à fase final.

Caso os árbitros apresentem pareceres discordantes, ou se por algum outro motivo os editores considerarem necessário, o artigo será enviado a um terceiro árbitro.

A partir dos pareceres, os editores poderão decidir:

Aceitar o artigo submetido: como está ou com ligeiras modificações;

Publicar com modificações: a contar da data de envio dos pareceres pela editoria, o autor disporá de até 30 dias para atender e comentar as reformulações sugeridas pelos árbitros e/ou editores, especificando detalhadamente como cada sugestão foi ou não implementada. Estas modificações devem se restringir àquelas feitas pelos árbitros e/ou editores. Em situações que, sem justificativa, o autor demore mais que o prazo máximo para reformulação, o artigo será automaticamente rejeitado. Os editores se reservam o direito de não publicar o trabalho se as reformulações não atenderem às exigências, sem justificativas convincentes.

Rejeitar: o trabalho não será publicado Revista da ABPN.

A versão dos artigos aprovados, gerada nas instâncias de composição, diagramação e revisão especializada de língua portuguesa e estrangeira é reenviada aos autores para aprovação;

Não há prazo determinado para o envio de artigos para a publicação nas edições regulares, cujo fluxo de recebimento e processamento é contínuo. Ao serem revisados e editados, os artigos são publicados por ordem cronológica de conclusão da editoração. Caso haja mais de um artigo finalizado para publicação do mesmo autor, a Revista da ABPN publicará somente um artigo na edição ou nas edições respeitando o intervalo de 6 meses e excetuando o caso dos Dossiês, conforme o fluxo de artigos submetidos para avaliação. Para as edições dos Cadernos Temáticos há chamadas específicas de artigos (Call for Papers) divulgadas amplamente à comunidade.

No último número de cada volume, é publicada uma lista completa com os nomes de todos os pareceristas que colaboraram com a revista ao longo do ano.

Periodicidade

Trimestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A Revista da ABPN é gerenciada pela plataforma Open Journal Systems (OJS 3.0.1.0) fornecido pelo Public Knowledge Project (PKP) e segue padrões e protocolos de integração/interoperabilidade por meio do Open Archives Iniciative Protocol for Metadata Harvesting (OAI-PMH).

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...