BAIRROS NEGROS DE NATIVIDADE/RJ - MODELO DE EXPANSÃO URBANA DAS POPULAÇÕES NEGRAS NO PÓS-ABOLIÇÃO

Main Article Content

Henrique Cunha Junior Márcia Aparecida de Souza

Resumo

Nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo as velhas regiões de cafezais dos séculos 19 e início do 20 tiveram grande densidade de populações negras rurais que foram parcialmente substituídas como mão de obra por populações imigrantes europeias. Paralelamente, durante todo século 20 ocorreu o amplo fenômeno de urbanização brasileira. As populações negras da região do norte do estado do Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo e de Minas Gerais foram afetadas por um conjunto histórico de fatores que determinou a história dessas populações, como por exemplo os padrões de formação de bairros negros na referida região. São fenômenos de urbanização particulares cujo enfoque ainda é pouco tratado na literatura da urbanização e população negra, como parte da historia urbana do século 20. O estudo dos bairros negros da Cidade de Natividade é um caso que pode ser generalizado em toda a região. A região tem muitos aspectos em comum tais como, desenvolvimento e crises agrícola, fatores de industrialização, além dos topográficos, como cidades entre rios que resultam em grandes áreas passíveis a inundações e desabamentos.

Article Details

Como Citar
CUNHA JUNIOR, Henrique; DE SOUZA, Márcia Aparecida. BAIRROS NEGROS DE NATIVIDADE/RJ - MODELO DE EXPANSÃO URBANA DAS POPULAÇÕES NEGRAS NO PÓS-ABOLIÇÃO. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 34, p. 209-237, nov. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://www.abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1137>. Acesso em: 26 out. 2021.
Seção
Dossiê Temático