O IMPACTO POLÍTICO-TERRITORIAL DE POLÍTICAS AFIRMATIVAS: REFLEXÕES ACERCA DA EDUCAÇÃO QUILOMBOLA

Main Article Content

Maria Albenize Farias Malcher

Resumo

O presente artigo aponta questões acerca da educação escolar quilombola (Resolução 08/2012 – CNE/CEB) e do reconhecimento político-territorial dos quilombos no estado do Pará. Analisando a luta pelo reconhecimento e titulação dos territórios, percebe-se a necessidade implementar a educação escolar quilombola, mesmo que os desafios sejam grandes, pois se alinha a promoção da diversidade na Educação. É importante não perder de vista que se vive num momento histórico em que a educação quilombola é debatida desde a reforma educacional iniciada na década de 1990, como a lei nº. 9.394 de 20 de dezembro de 1996, uma vez que a LDB - Lei 9394/96, em seu art. 26, §4º - estabelece que o ensino da História do Brasil deva levar em conta as contribuições das diferentes culturas, povos e etnias no Brasil.

Article Details

Como Citar
MALCHER, Maria Albenize Farias. O IMPACTO POLÍTICO-TERRITORIAL DE POLÍTICAS AFIRMATIVAS: REFLEXÕES ACERCA DA EDUCAÇÃO QUILOMBOLA. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 13, n. Ed. Especi, p. 169-187, abr. 2021. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://www.abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/1241>. Acesso em: 22 jun. 2021.
Seção
Caderno Temático