RE-ORI-ENTAR: BEATRIZ NASCIMENTO E MÃE BEATA DE YEMONJÁ, HISTORIADORAS AFRO-ATLÂNTICAS

Main Article Content

Diego dos Santos Reis

Resumo

Este ensaio busca refletir sobre uma escrita afrorreferenciada da história do Brasil, a partir das narrativas afro-atlânticas, dos tensionamentos e das lentes de análises propostas por duas intelectuais afro-brasileiras: Mãe Beata de Yemonjá e Beatriz Nascimento. Para isso, tomaremos por referência tanto as discussões acerca da negritude, do racismo e das heranças afrodiaspóricas no Brasil, levadas a cabo por elas, como suas trajetórias de militância antirracista/antissexista e de afirmação da identidade negro-africana. Dessa perspectiva, defendemos a importância de re-ori-entar o debate em torno da história das relações raciais no Brasil e da crítica às perspectivas hegemônicas da historiografia brasileira, fundamentais para reafirmar o compromisso com uma educação antirracista/antissexista/anticlassita.

Article Details

Como Citar
REIS, Diego dos Santos. RE-ORI-ENTAR: BEATRIZ NASCIMENTO E MÃE BEATA DE YEMONJÁ, HISTORIADORAS AFRO-ATLÂNTICAS. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 34, p. 841-863, nov. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://www.abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/899>. Acesso em: 27 out. 2021.
Seção
Ensaios