A IMPORTÂNCIA DA MEMÓRIA PARA A (RE) CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE QUILOMBOLA: A EXPERIÊNCIA DO QUILOMBO DA RUA DE PALHA (ITORORÓ/BA)

Main Article Content

Polline Almeida de Oliveira Ana Cristina Santos Peixoto

Resumo

Este artigo procura apresentar o processo de formação histórica da Comunidade Remanescente Quilombola da Rua de Palha, localizada na zona rural do município de Itororó, sul do estado de Bahia, bem como as estratégias de reconfiguração identitária do grupo através do resgate da memória coletiva. Egressos de uma região marcadamente interétnica, esses descendentes de ex-escravizados, constituem um remanescente quilombola contemporâneo no sul baiano com base econômica estabelecida na agricultura de subsistência, portadores de uma regulamentação jurídica que não implicou, necessariamente, numa mudança imediata da noção da identidade que o grupo tem de si. Neste trabalho, apresentamos como a reelaboração da memória coletiva e a construção de novas leituras sobre o passado vêm impactando diretamente o modo pelo qual a Comunidade se vê e auxiliando na (re)construção da sua identidade.

Article Details

Como Citar
DE OLIVEIRA, Polline Almeida; PEIXOTO, Ana Cristina Santos. A IMPORTÂNCIA DA MEMÓRIA PARA A (RE) CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE QUILOMBOLA: A EXPERIÊNCIA DO QUILOMBO DA RUA DE PALHA (ITORORÓ/BA). Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. Ed. Especi, p. 711-733, ago. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://www.abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/916>. Acesso em: 02 dez. 2021.
Seção
Caderno Temático