AS RUAS FALAM: COTIDIANO, OFÍCIOS E ESPAÇO URBANO NO RIO DE JANEIRO OITOCENTISTA (1810-1860)

Main Article Content

Antonio Ramos Bispo Neto

Resumo

Este artigo visa analisar, através do exame do cotidiano do espaço urbano da cidade do Rio de Janeiro, a presença de oficiais ligados a construção, produção e reparo dos mais diversos itens essenciais para a sociedade de então. A partir da caracterização, e da discussão de aspectos da vida cotidiana de carpinteiros, marceneiros, canteiros, ferreiros, serralheiros, dentre outros, buscaremos trazer para o centro da discussão aspectos ligados ao acesso ao letramento, instrução, aquisição de uma cultura monetária, doenças e mazelas, daqueles que erigiram as cidades e as riquezas da sociedade oitocentista.

Article Details

Como Citar
NETO, Antonio Ramos Bispo. AS RUAS FALAM: COTIDIANO, OFÍCIOS E ESPAÇO URBANO NO RIO DE JANEIRO OITOCENTISTA (1810-1860). Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. Ed. Especi, p. 140-171, ago. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: <https://www.abpnrevista.org.br/index.php/site/article/view/963>. Acesso em: 26 out. 2021.
Seção
Caderno Temático